Doria critica Covas por antecipar feriados sem articular com vizinhos

Governador de SP recebeu reclamações de prefeituras do litoral, Alto Tietê e do ABC paulista, que podem ser afetadas por decisões da capital

atualizado 19/03/2021 11:43

agenda doria palacio sao paulo covid coronavirus11Fábio Vieira/Especial Metrópoles

São Paulo – O governador João Doria (PSDB) criticou o anúncio de antecipação de feriados em São Paulo, capital, feito pelo prefeito paulistano Bruno Covas (PSDB).

Doria declarou que Covas anunciou os feriados sem diálogo com prefeitos da região metropolitana e sem avisar as prefeituras do litoral, que temem que a população da capital lotem as praias.

“As prefeituras têm autonomia para suas decisões, mas há certas decisões que o bom senso recomenda que sejam compartilhadas previamente com o governo, dado o fato de que a decisão de uma cidade, muitas vezes, implica em impacto nas cidades vizinhas. Faltou aí um pouco de bom senso da prefeitura de São Paulo”, disse o governador.

A declaração de João Doria foi feita durante visita ao Instituto Butantan na manhã desta sexta-feira (19/3).

0
Descontentamento

Metrópoles informou, na tarde de quinta-feira (18/3), o descontentamento dos prefeitos do ABC paulista com a falta de articulação com a capital.

O consórcio de sete municípios que integram o ABC paulista enviou ofício a João Doria pedindo lockdown na região. Também aderiram à proposta 12 municípios do Alto Tietê.

“Medidas individuais não surtam efeito. Há um grande fluxo de pessoas nessas cidades que dependem economicamente da rotina de São Paulo [capital] e só uma intervenção unificada na região metropolitana e nos transportes metropolitanos poderia fazer o efeito que precisamos”, declarou o prefeito de Santo André, Paulinho Serra (PSDB).

Na manhã desta sexta, Doria deu a entender que também recebeu reclamações do litoral.

“Nós alertamos, ontem, a Prefeitura de São Paulo de que uma medida como essa deveria ser discutida previamente com o governo do estado de São Paulo e com os prefeitos da região metropolitana e também do litoral e não anunciados sem esse tipo de entendimento”, declarou Doria.

“Porque gera evidentemente dúvidas e preocupações em prefeitos, sobretudo do litoral de SP, litoral norte, baixada santista, litoral sul, em relação ao volume de pessoas que poderiam se dirigir a estas cidades diante de um feriado prolongado”, continuou.

Segundo o governador, o Centro de Contingência da Covid-19 vai elaborar medidas para minimizar o impacto do feriado e atender às demandas dos prefeitos.

Últimas notícias