Imprensa e polarização serão debatidas em evento virtual do Metrópoles

Guilherme Amado e Joshua Scacco discutem impacto dos desentendimentos políticos no cotidiano de jornalistas brasileiros

atualizado 24/05/2022 18:01

Pessoa sendo entrevistada com câmera para canal audiovisualSam McGhee/Unsplash

Reportagem atualizada às 18h de 24 de maio: o evento, previsto para às 17h de terça (24/5), foi adiado em função de problemas técnicos. Assim que for definida, a nova data será informada aos leitores.  

O professor chefe do Departamento de Comunicação da Universidade do Sul da Flórida, nos Estados Unidos, Joshua Scacco, e o colunista investigativo do portal Metrópoles e diretor da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Guilherme Amado, vão discutir a liberdade de imprensa e a polarização na era digital. O evento será transmitido ao vivo pelo canal do Metrópoles no YouTube.

Com a moderação de Larissa Alvarenga, âncora do Jornal Metrópoles, o evento vai se aprofundar no aumento da violência contra a imprensa que tem acontecido nos últimos anos em decorrência da polarização política. Além disso, pretende abordar a credibilidade da imprensa junto aos eleitores.

Amado destaca que a liberdade de imprensa está em risco, principalmente em ano eleitoral.

“É esperado que eleitores dos dois polos que estão estabelecidos, mas principalmente pelo histórico dos últimos anos no caso dos apoiadores de Jair Bolsonaro (PL), demonstrem a insatisfação com o trabalho da imprensa por meio de violência tanto no no meio digital como, também, no dia a dia das ruas. Eventualmente atacando e agredindo fisicamente os jornalistas”, aponta.

Um dos responsáveis pelo evento, por meio da Embaixada dos Estados Unidos, Tobias Bradford, adido de imprensa do órgão norte-americano, acredita que o encontro pode ajudar a dissipar os efeitos prejudiciais da polarização.

“Espero que este debate nos ajude a pensar profundamente sobre como a mídia pode informar de forma credível, profissional e factual e, ao mesmo tempo, talvez até mesmo ajudar a direcionar os efeitos dessa polarização para um lugar mais saudável”, ressalta Bradford.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias