Ibope: nove entre dez brasileiros querem uma lei contra fake news

Segundo pesquisa, 90% da população responsabiliza as empresas pela disseminação das noticias falsas

atualizado 02/06/2020 9:44

Para a grande maioria dos brasileiros, a disseminação de fake news é um problema da atualidade e deve ser criado uma legislação contra o ato. Segundo pesquisa do Ibope, nove em cada 10 brasileiros defendem a aprovação de leis que impeçam  a propagação das notícias falsas. Ainda, 90% dos entrevistados concordam que é de responsabilidade das empresas de plataformas digitais a proteção contra a desinformação.

A população pobre é a que mais defende a regulamentação do tema, com 96%. Em seguida, os defensores da medida se concentram na região Nordeste (94%) e têm somente o ensino fundamental completo (94%). A legislação também tem maior apoio entre as mulheres (93%) e jovens (93%). Negros, pardos e evangélicos também se destacaram na pesquisa como grupos com alto índice de adesão (92%).

Para 81% dos brasileiros, o Congresso deve exigir dos empresários das redes sociais a comprovação da checagem dos fatos para todas as pessoas que tiveram contato com fake news. De acordo com o órgão, 76% dos entrevistados concordam com a exposição das contas automatizadas, conhecidas como perfis “robôs”, enquanto 20% discordaram da proposta e 4% não souberam responder.

Da mesma forma, 71% pedem que as redes informem quando os anúncios forem pagos citando, inclusive, quem endereçou a publicidade. Para a mesma parcela dos entrevistados, as redes devem excluir contas que propagaram as fake news.

Ibope pesquisa Fake News
Congresso Nacional

Segundo pesquisa, 68% da população não acha que o governo está fazendo o suficiente para lidar com as Fake News, enquanto 24% concorda com as medidas de prevenção. Ainda 72% dos entrevistados não confiam nas empresas das redes sociais quanto ao filtro contra as notícias falsas.

O levantamento também aponta que 76% dos brasileiros estão muito preocupados com a desinformação na internet, enquanto 22% não estão preocupados.

Nesta semana, o Congresso deve avaliar dois projetos de prevenção às fake news no Brasil. Um deles deve ser votado ainda nesta terça-feira (02/06) pelo Senado federal. Entre estes, está o projeto de lei do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que estabelece normas e mecanismos de transparência para redes sociais. Texto semelhante também foi apresentado na Câmara dos Deputados.

A pesquisa foi feita entre os dias 28 e 29 de maio e cerca de mil pessoas acima de 16 anos foram ouvidas, em todos os estados. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

0

Últimas notícias