Homem preso vestido como a mãe: “Pior parte foi depilar na cera”

Márcio Schiave, de 43 anos, foi preso na última semana ao tentar fazer a prova do Detran no lugar da mãe

reprodução

atualizado 16/12/2019 8:36

O mecânico Márcio Schiave, de 43 anos, que se vestiu de mulher para tentar fazer a prova do Detran no lugar da mãe, relatou detalhes do plano, que acabou por colocá-lo na prisão. A foto do filho vestido de mulher na delegacia viralizou na última semana.

O mecânico contou, em entrevista ao portal G1, que a intenção foi presentear a mãe, Maria de Lourdes, com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Sem sucesso, ela teria tentado várias vezes tirar o documento.

Ao aproveitar uma viagem da mãe, Márcio foi ao shopping e comprou uma saia longa, de cor verde claro, e uma blusa florida de manga longa.

A produção durou todo o dia. Após a compra das roupas, fez a maquiagem, pintou as unhas e, por fim, depilou a barba. Ele se arrepende da técnica usada.

“Passei o dia anterior fazendo a maquiagem. A pior parte foi depilar a barba na cera. Aí eu vou falar pra vocês: se eu soubesse o tanto que doía eu tinha tomado bastante cachaça para amenizar”, brincou.

Prisão
O teste prático de direção foi marcado para a última terça-feira (10/12/2019). A falsa Maria de Lourdes chegou a entrar no carro para fazer a prova, mas os examinadores desconfiaram.

Márcio foi preso em flagrante e levado à Central de Polícia em Porto Velho (RR). Segundo ele, a mãe se sentiu culpada e chorou bastante quando soube da prisão.

“Eu sou muito emotivo. Vivo intensamente e vivo com minha mãe intensamente. O que tem de ser, é. Nunca teve meio-termo. Eu amo ela demais”, contou, emocionado.

Márcio Schiave foi solto. Um inquérito policial, contudo, foi instaurado para investigar a prática de estelionato e falsidade ideológica.

Últimas notícias