Guilherme Boulos (PSol) leva a esquerda para o segundo turno em São Paulo

Com 99,67% das urnas apuradas em São Paulo, candidato ativista obtém 20,24% dos votos válidos na cidade de São Paulo

atualizado 16/11/2020 0:02

agenda masp panfletagem candidato boulos SP prefeito SP 2020Fábio Vieira/Especial Metrópoles

São PauloGuilherme Boulos (PSol) vai disputar o segundo turno com Bruno Covas (PSDB). Com 99,97% das urnas apuradas, o candidato ativista à Prefeitura de São Paulo conseguiu para si 20,24% dos votos válidos. Não há mais espaço matematicamente viável para o socialista ser ultrapassado pelos demais adversários.

0

Este é o melhor resultado do PSol na disputa de uma eleição majoritária desde a sua fundação, em 2004.

Guilherme Boulos conseguiu uma votação expressiva sobretudo em distritos de classe alta ou mais escolarizada, como Pinheiros (32%), Bela Vista (29,6%), Perdizes (29,5%) e Vila Mariana (24,4%). O ativista também fez boa votação no bairro onde mora, o Campo Limpo (23%), e no Grajaú (21%), distrito que sempre deu preferência ao PT.

Na última quinzena de campanha, o PSol levou a vice de Boulos, a deputada federal e ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina, e seu Erundinamóvel, para conquistar votos na periferia, onde o ativista estava em baixa nas pesquisas. A veterana ainda é lembrada positivamente por sua gestão no fim dos anos 80.

A estratégia deu resultado em Cidade Tiradentes e São Mateus, onde Boulos levou vantagem sobre Jilmar Tatto (PT) e Márcio França (PSB).

Mais cedo, Jilmar Tatto confirmou que irá apoiar Guilherme Boulos e Erundina no segundo turno.

Últimas notícias