*
 

Militantes petistas em Belo Horizonte (MG) teriam atirado tinta vermelha na fachada do prédio onde mora a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lucia. Conforme noticiado pelo site da revista Veja, o vandalismo ocorreu por volta das 16h30 desta sexta-feira (6/4).

Segundo a publicação, os simpatizantes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desceram de três ônibus com latas na mão. A ação toda teria durado cerca de 10 minutos e assustou moradores e trabalhadores da região.

O posicionamento da ministra foi decisivo para desempatar a votação do habeas corpus preventivo de Lula. Com a negativa dela, abriu-se o caminho para que o juiz Sérgio Moro decretasse a prisão do ex-chefe do Executivo nacional. A Polícia Civil mineira esteve no prédio e investigará quem foram os responsáveis. Segundo a revista, a ministra não estava no apartamento no momento do vandalismo.

 

 

 

COMENTE

Belo Horizontepetistasprisão de Lulaministra Cármen Lúciavandalismo. prédio
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil