Governo lança “Painel do Fogo” para combater focos de incêndio na Amazônia

Ferramenta tem o objetivo de identificar as queimadas mais críticas, e acionar as autoridades para combater as ocorrências por prioridade

atualizado 29/09/2021 19:00

sistema de combate de focos de incêndios na amazonia bombeiros sobrevoam áreas de queimadas próximo a Porto Velho em RondoniaIgo Estrela/Metrópoles

Enviada especial a Porto Velho (RO) – O Ministério da Defesa, por meio do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), vai lançar, na quarta-feira (29/9), o software Painel do Fogo. O sistema tem como objetivo permitir o acionamento ágil no combate a focos de incêndio na Amazônia e no Pantanal.

De acordo com o Censipam, a ferramenta vai realizar o agrupamento automático dos focos de calor detectados pelos satélites, identificar os eventos de fogo e classificá-los em ordem de prioridade para o combate.

0

“Essa funcionalidade possibilita o atendimento aos casos mais urgentes num curto espaço de tempo, otimizando a atuação das equipes de campo e os recursos utilizados”, disse o diretor-geral do Censipam em Brasília, Rafael Costa.

Na análise das imagens, a nova plataforma de monitoramento considera a combinação dos produtos de risco (suscetibilidade), rastreio (propagação) e danos (área queimada), com uma abordagem para as ações de comando e controle das agências durante as operações de combate às queimadas.

Apoio à preservação

Recentemente, cerca de 1,2 mil militares das Forças Armadas participaram da Operação Samaúma, que ocorreu de 28 de junho a 31 de agosto, nos estados do Amazonas, do Pará, de Rondônia e de Mato Grosso.

Na Operação Samaúma, mais de 17 mil hectares foram embargados e houve 191 ações preventivas e repressivas realizadas contra delitos ambientais, com oito focos de incêndios combatidos.

Conforme aponta o Ministério da Defesa, a ação possibilitou a apreensão de mais de 8,5 mil metros cúbicos de madeira, 34.396 litros de combustíveis, 50 tratores, 28 armas e 137 maquinários de serraria e mineração, entre outras. Em pouco mais de dois meses, foram aplicadas 189 multas, totalizando mais de R$ 270 milhões.

Crime organizado e tráfico de drogas

No lançamento da plataforma Painel do Fogo, também será anunciada a inauguração do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR).

Segundo a pasta, as atividades do Centro darão suporte ao policiamento preventivo, ao combate a crime organizado e tráfico de drogas, e aos agentes de segurança pública e defesa social, o que fortalecerá o monitoramento nas fronteiras.

Últimas notícias