Governo lança campanha para incentivar 2ª dose da vacina contra Covid

Para marcar a iniciativa, serão realizados eventos em diversas regiões do Brasil no dia 20 de novembro

atualizado 16/11/2021 11:25

Enfermeira segurando vacina da Covid-19 e carro atrásHugo Barreto/Metrópoles

O Ministério da Saúde lançou, nesta terça-feira (13/11), a campanha de Megavacinação contra a Covid-19. A ação tem início em 20 de novembro e vai até o dia 26 do mesmo mês.

O objetivo da pasta é mobilizar a população sobre a importância de completar o esquema vacinal com duas doses ou dose de reforço. Além disso, a ação visa fazer uma busca ativa de quem ainda não recebeu sequer uma dose do imunizante.

Para marcar a iniciativa, serão realizados ações diversas regiões do Brasil, previstos para o próximo sábado (20/11). Além disso, postos de saúde terão horário de funcionamento ampliado. O público-alvo é formado por toda a população acima de 18 anos de idade. Cada estado poderá fazer ações independentes.

0
Segunda dose em atraso

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 21 milhões de pessoas precisam voltar aos postos para tomar a segunda dose e completar o esquema vacinal contra a Covid.

Um levantamento realizado pela pasta mostra que o estado com o maior número de pessoas com a segunda dose atrasada é São Pulo, com 4,1 milhões de pessoas. Em seguida, aparece o estado de Minas Gerais, com mais de 2,2 milhões de atrasados.

A maior parte dos brasileiros que se encontram neste grupo tem entre 30 e 34 anos de idade. São 2,9 milhões de pessoas nesta faixa etária com o esquema vacinal atrasado.

Em coletiva de imprensa nesta terça-feira, a secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite de Melo, explicou que uma das razões para o atraso neste grupo etário é o retorno das atividades profissionais.

“[Pode ter sido motivado por] uma não informação adequada em relação aos efeitos adversos, o medo, as propagandas que acontecem. E também: todos estão voltando a trabalhar. Muitas vezes a questão econômica está pesando, eles têm dificuldade de ir até uma unidade fazer a sua imunização porque estão no trabalho”, informou.

Ações nos estados

Uma das regiões do país que receberão ações para incentivar a vacinação é o Distrito Federal, onde o governador Ibaneis Rocha adiantou, em entrevista ao Metrópoles, que a ação contará com pontos de vacinação em locais com grande circulação de pessoas, como feiras e rodoviárias.

No DF, a expectativa é atingir 201,2 mil pessoas na faixa etária acima de 18 anos de idade, que ainda não tomaram a primeira dose de vacina contra o novo coronavírus.

Mais lidas
Últimas notícias