Governo anuncia R$ 194 mi para contratação de pediatras e obstetras

Verba será destinada a estados e municípios, que serão responsáveis pela alocação dos profissionais nas unidades básicas de saúde

atualizado 06/01/2022 12:22

UBSRafaela Felicciano/Metrópoles

O governo federal lançou, nesta quinta-feira (6/1), o programa Cuida Mais Brasil, que vai destinar R$ 194 milhões à contratação de médicos ginecologistas, obstetras e pediatras para unidades básicas de saúde (UBS) de todo o país.

De acordo com o secretário de Atenção Primária do Ministério da Saúde, Raphael Câmara Parente, a portaria que autoriza o programa deve ser publicada até a próxima terça-feira (11/1). Depois, a verba será destinada a estados e municípios, que serão responsáveis pela alocação dos profissionais.

De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente, as unidades de saúde de todo o país contam com apenas 5,7 mil pediatras. Os estados em situação mais crítica são os da região Norte. O Acre, por exemplo, tem apenas 5 profissionais dessa especialidade nas UBS. Roraima conta com 4 pediatras na atenção primária.

Além disso, de acordo com o governo, o país conta com apenas 5,3 mil ginecologistas obstetras nas unidades básicas de saúde. A situação também é crítica na região norte: Roraima conta com apenas 1 profissional dessa especialidade na atenção primária.

Segundo o ministério, o objetivo do programa é elevar o número de médicos pediatras no país para 7 mil e o de ginecologistas-obstetras, para 8 mil.

Nas redes sociais, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, publicou um vídeo sobre o programa. “Vamos fortalecer a atenção primária possibilitando a assistência de ginecologistas e obstetras e de pediatras. Cerca de R$ 200 milhões para apoiar os municípios a dar uma assistência de qualidade às nossas mães e às nossas crianças”, afirmou.

Veja a publicação:

Mais lidas
Últimas notícias