Golpistas se passam por genro de Villas Bôas para roubar dinheiro

Filha do general, que está internado após fazer uma traqueostomia, alertou sobre a situação nas redes sociais

atualizado 11/10/2019 9:53

Michael Melo/Metrópoles

Golpistas estão se passando por um familiar do assessor do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Eduardo Villas Bôas, para conseguir dinheiro. O ex-comandante das Forças Armadas, de 67 anos, está internado no hospital Sírio Libanês, em Brasília, onde realizou uma traqueostomia na última quarta-feira (09/10/2019). 

A denúncia do crime praticado pelos golpistas foi feita por Adriana Villas Bôas, filha do general. A mulher conta, em rede social, que o cunhado foi assaltado em Manaus (AM). Os bandidos levaram o celular e começaram a mandar mensagens para os contatos alegando que precisavam de dinheiro para pagar o hospital onde Villas Bôas está internado.

“Estão se passando pelo meu cunhado, marido da minha irmã, e mandando mensagens para as pessoas falando que estamos precisando de dinheiro para pagar o hospital. Meu cunhado foi assaltado em Manaus, levaram tudo dele e estão utilizando os contatos (sic) para fazerem isso. Até hoje não pegaram ninguém!”, alerta Adriana.

Estado de saúde
Adriana reclama ainda de informações falsas divulgadas em redes sociais de que o general morreu. “Tem uns filhos da puta matando o meu pai”, escreveu, indignada. A mulher conta, em seguida, que deseja que o ex-comandante do Exército restabeleça a saúde e volte à vida normal, sobretudo com os “tuítes bafônicos”.

“E uma pessoa com traqueostomia pode viver normalmente, ok? Sejam menos preconceituosos. O problema para nós não é a traqueo, e sim a melhora dos pulmões”, completa. A assessoria do hospital Sírio Libanês destacou nessa quinta-feira (10/10/2019) o sucesso da traqueostomia realizada. 

O general está internado na UTI para o pós-operatório. O hospital adiantou ao Metrópoles que a cirurgia deve melhorar “substancialmente” a respiração do general. Uma consequência negativa do procedimento é que ele impede a fala sem uso de aparelhos.

0

Últimas notícias