Goiás inicia aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid

Em Aparecida de Goiânia, pessoas acima de 60 anos e que vivem em abrigos começaram a ser imunizadas com a dose de reforço nesta quarta-feira

atualizado 01/09/2021 16:54

Aparecida de Goiânia inicia vacinação de dose de reforço em idososRodrigo Estrela/Ascom Aparecida de Goiânia

Goiânia – A aplicação da dose extra da vacina contra a Covid-19 já começou a ser feita em Goiás. Nesta quarta-feira (1º/9), pessoas acima de 60 anos e que vivem em abrigos em Aparecida de Goiânia foram contempladas com a terceira dose do imunizante.

Esses indivíduos fazem parte do grupo que foi o primeiro a ser vacinado em Goiás, no início da campanha de imunização contra a Covid-19, em janeiro deste ano. No dia 25 de agosto, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), anunciou pelas redes sociais que o estado aplicaria a dose de reforço a partir desta semana.

Em Aparecida, cerca de 300 moradores de intuições de longa permanência começaram a ser imunizados. O primeiro local que recebeu as equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) foi o Abrigo Comendador Walmor, no Setor Jardim Riviera.

0

A cidade possui, ao todo, cinco instituições do tipo e a previsão é que todos os moradores desses locais recebam a dose extra da vacina até esta sexta-feira (3/9).

“Diante de alguns estudos, foi definido que idosos e pessoas imunossuprimidas apresentam mais riscos de complicações em decorrência da Covid-19, mesmo com as duas doses da vacina, por isso o cuidado de estar administrando a dose de reforço nessas pessoas”, explica a coordenadora de Imunização da cidade, Renata Cordeiro.

A previsão do estado é que, assim que concluída a imunização das pessoas que vivem em abrigos, será continuada a aplicação da dose de reforço conforme a faixa etária, como ocorreu no início da campanha de vacinação.

Em Aparecida de Goiânia, a previsão da prefeitura é que a população em geral, acima de 70 anos, comece a ser vacinada com a terceira dose a partir do dia 15 de setembro.

Mais de 20 mil pessoas nessa faixa etária já receberam as duas doses ou dose única de vacina contra a Covid-19 e estão aptas a receberem o reforço da imunização.

Regras

A regra para que elas sejam contempladas com a terceira dose é respeitar o intervalo de seis meses, após a última dose do esquema vacinal da Covid-19, independentemente da vacina aplicada.

Esse período muda, quando se trata de pessoas com alto grau de imunossupressão. Nesse caso, a pessoa poderá receber a dose extra 28 dias após a aplicação da última dose do esquema básico, também independentemente da vacina aplicada.

Mais lidas
Últimas notícias