Família de brasileiros achada morta no Chile viajou para aniversário

A filha mais velha do casal completaria 15 anos nesta semana. A suspeita é que um vazamento de gás tenha sido a causa da morte

atualizado 23/05/2019 10:34

Seis brasileiros foram encontrados mortos nessa quarta-feira (22/05/2019), em um apartamento em Santiago, capital do Chile. O comandante da polícia chilena, Rodrigo Soto, disse ao jornal “El Mercurio” que os policiais identificaram um forte cheiro de gás ao entrar no local. As informações são do G1.

O edifício onde ocorreram as mortes fica na região conhecida como Bellas Artes, no Centro de Santiago. Ainda não se sabe o que causou o vazamento nem por quanto tempo as vítimas respiraram o gás. O prédio todo foi esvaziado durante a ação dos policiais.

De acordo com a Polícia Civil de Santa Catarina, as vítimas são um casal de moradores da Grande Florianópolis e os dois filhos adolescentes, além do irmão da mulher e a cunhada dela, que moravam em São Paulo. Eles estavam em Santiago para comemorar o aniversário da filha mais velha.

Noemi Fortunato Nascimento, prima de duas das vítimas, informou os nomes dos brasileiros:

  • Fabiano de Souza, 41 anos
  • Débora Muniz, 38
  • Caroline Nascimento,15
  • Felipe Nascimento, 13
  • Jonathas Nascimento, 30
  • Adriane Krueger

Últimas notícias