Ex-sertanejo denunciado pela esposa já foi condenado por agressão

Segundo o MPGO, o ex-cantor sertanejo Murilo Neves foi condenado a seis meses de detenção por lesão corporal contra a ex-mulher, em 2013

atualizado 07/10/2021 17:12

goias sertanejo agride esposaReprodução/AgMais

Goiânia – Denunciado recentemente pela atual esposa por agressão, o ex-cantor sertanejo Murilo Neves já foi condenado por lesão corporal contra a ex-mulher. Segundo o Ministério Público de Goiás (MPGO), ele foi condenado a seis meses de detenção e, posteriormente, teve o caso arquivado.

A agressão contra a ex-mulher aconteceu em 2013. À época, o fato chegou a ser noticiado e, segundo autor do crime, ele teria “perdido a cabeça” após descobrir que o namorado da ex teria dormido no apartamento em que ela morava com a filha do ex-casal. Murilo confessou que agrediu Flávia Cristiane Melo de Morais e alegou que “queria defender a filha”. No ano do fato, ele ainda respondia como Vitor, da dupla sertaneja Vitor e Thiago.

0
Socos e chutes

Flávia foi agredida com socos, chutes e atingida no rosto por um brinquedo, jogado pelo ex-sertanejo. De acordo com ela, aquele teria sido o terceiro episódio de violência envolvendo o ex-companheiro. A vítima teve cortes e hematomas e chegou a pedir uma medida protetiva contra Murilo.

De acordo com o MPGO, a sentença de Murilo foi dada em novembro de 2020, sete anos após a agressão contra a ex-mulher. Já o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) informou que não é possível ter acesso às informações do caso, pois o processo foi arquivado.

Conforme verificação da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), Murilo nunca deu entrada no sistema prisional, mesmo sua condenação sendo de detenção e não, de reclusão. Segundo o órgão, por ser uma pena que não impõe o regime fechado e menor que dois anos, ele pode ter conseguido convertê-la em multa ou prestação de serviços.

Agressão no carro

A empresária Aline Ramos, de 25 anos, denunciou nesta semana à Polícia Civil que foi agredida pelo marido, o ex-cantor sertanejo Murilo Neves. À corporação, ela relatou que as agressões aconteceram dentro de um carro no município de Edealina, no sul goiano.

De acordo com a vítima, a agressão se deu no último sábado (2/10), por volta das 23h, em um rancho da família. Segundo Aline, Murilo havia bebido durante todo o dia e, por não gostar da situação, ela teria ido para o carro. Na sequência, o marido teria ido atrás dela.

“Há uns 15 dias ele me ameaçou verbalmente, mas esse final de semana a agressão foi com tapas, socos, enforcamento. Ele me deu uma ‘gravata‘ e foi quando eu fiquei mais próxima da buzina e buzinei. As pessoas ouviram, foram até o carro e me tiraram de lá”, disse ela ao portal G1.

O caso foi registrado na Polícia Civil de Goiânia no dia seguinte, após a mulher ter recebido atendimento médico para os ferimentos. Na mesma data ela conseguiu uma medida protetiva contra o ex-cantor.

Hematomas e ferimentos

Segundo Aline, as agressões acabaram com um dente quebrado, cortes na boca, hematomas no olho e no nariz. De acordo com ela, após ser retirada do veículo por algumas pessoas que estavam no rancho, ela foi levada para um hotel, onde conseguiu entrar em contato com a família.

“Eu tive alguns ferimentos no rosto e eu fui ao hospital da cidade e me deram medicamentos para dor. Quando eu cheguei em Goiânia, eu fui ao médico, à dentista, porque eu tive algum dente fraturado, e estou tomando medicação para os hematomas”, disse ela.

Últimas notícias