Esplanada tem manifestação pró-Bolsonaro no Dia do Trabalho

O presidente Jair Bolsonaro compareceu no ato rapidamente, caminhando entre os apoiadores, mas não discursou

atualizado 01/05/2022 12:30

Manifestação na Esplanada em apoio a BolsonaroHugo Barreto/ Metrópoles

Manifestantes se reuniram na Esplanada dos Ministérios de Brasília em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL), neste domingo (1/5), Dia do Trabalho. O presidente compareceu no ato rapidamente, caminhando entre os apoiadores, mas não discursou. O mote do ato foi a defesa da liberdade, tendo como gancho o caso do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ).

Segundo coordenadores do carro de som, Bolsonaro não discursou para evitar questionamentos da Justiça Eleitoral. Durante o ato, os manifestantes também criticaram parte dos membros do Supremo Tribunal Federal (STF), a exemplo do ministro Alexandre de Moraes, e algumas pautas progressistas na corte. “Sim ao STF! Mas esses ministros não”, afirmava uma faixa. Em outra estava escrito: “Sim à Liberdade! Não à ditadura!”.

O ato também foi marcado de protestos contra a esquerda, especialmente contra o ex-presidente Lula (PT). “Criminalização do comunismo”, dizia uma das faixas. O ato contou com representantes cristãos e das forças de segurança.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

A deputada federal Bia Kicis (PL-DF), o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno e o ex-secretário especial da Cultura Mario Frias, compareceram, assim como o Jair Renan, filho de Bolsonaro.

Desde o início da manhã, ambulantes se concentraram entre a Rodoviária do Plano Piloto e os ministérios. Grande parte deles vendia bandeiras do Brasil e também com imagens do presidente Bolsonaro para os participantes da manifestação. Outros negociavam bebidas e comida.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) montou barreiras entre a Rodoviária e Esplanada, restringindo o acesso de veículos. Policiais também fizeram a revista das pessoas que participaram do ato. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) mobilizou um efetivo para acompanhar o ato.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias