Enterrado em SP corpo de piloto do helicóptero que levava Boechat

Cerimônia de sepultamento de Ronaldo Quatrucci ocorreu por volta das 16h desta terça-feira (12) e foi restrita a parentes e amigos próximos

ReproduçãoReprodução

atualizado 12/02/2019 21:41

O corpo de Ronaldo Quatrucci, piloto do helicóptero que caiu nessa segunda-feira (11/2) e levava o jornalista Ricardo Boechat, foi enterrado nesta terça (12) no Cemitério São Paulo, no bairro de Pinheiros, na zona oeste da capital paulista. A cerimônia ocorreu por volta das 16h e foi restrita a parentes e amigos próximos.

Quatrucci e Boechat morreram na queda do helicóptero de matrícula PT-HPG, da fabricante Bell Helicopter, na região da Rodovia Anhanguera, em São Paulo. Segundo a Força Aérea Brasileira, o piloto estava com as licenças e habilitações válidas.

O jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, foi cremado nesta terça por volta das 16h. A cerimônia foi reservada para família e amigos, no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

O velório começou nessa segunda (11) à noite e se estendeu até o começo da tarde desta terça, no Museu da Imagem e do Som (MIS), nos Jardins, em São Paulo.

Autorização
De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a empresa dona do helicóptero, a RQ Serviços Aéreos, tinha autorização para prestar Serviços Aéreos Especializados (SAE), que incluem aerofotografia, aeroreportagem, aerocinematografia, e atividades de mesmo perfil.

“Por essa modalidade, a empresa pode realizar o transporte de passageiros, desde que a atividade não seja remunerada e esteja relacionada aos serviços de aerofotografia, aeroreportagem, aerocinematografia, entre outros do mesmo ramo”, disse a entidade em nota.

A agência abriu procedimento administrativo para apurar o tipo de transporte que estava sendo realizado no momento do acidente.

Últimas notícias