Em agenda no Maranhão, Bolsonaro elogia regime militar por “grandes obras”

Presidente elogiou Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), que é usado pelos EUA para decolagem de foguetes, espaçonaves e satélites

atualizado 11/02/2021 12:34

Alan Santos/PR

Em agenda para entrega de títulos de propriedade rural a famílias de Alcântara, no Maranhão, nesta quinta-feira (11/2), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) elogiou o regime militar pelas “grandes obras” iniciadas no período. Ele fazia referência ao Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), cuja obra foi iniciada no início da década de 1980.

“Isso aqui nasceu em 1983, em mais uma das grandes obras dos cinco presidentes militares que tivemos no Brasil. Grandes obras ao longo de 21 anos, onde vivia um regime de… Um pouco diferente do que vivemos hoje, mas de muita responsabilidade com o futuro do seu país. E aqui é uma prova disso”, afirmou.

Base da Força Aérea Brasileira (FAB) no Maranhão, o centro de lançamento de Alcântara foi construído para ser ponto de lançamento de foguetes científico-tecnológicos pela localização geográfica estratégica. A fundação ocorreu no dia 1º de março de 1983, assinada por João Figueiredo.

Salvaguardas tecnológicas

No início de 2020, o governo federal promulgou um Acordo de Salvaguardas Tecnológicas  com o governo dos Estados Unidos que prevê o lançamento de foguetes, espaçonaves e satélites que usam tecnologia norte-americana a partir da base de Alcântara.

“Estamos entrando nesse seleto grupo que trata de lançamentos. Tudo que fazemos no Brasil tem um passado, tem um meio e tem um fim”, disse Bolsonaro na cerimônia desta quinta.

0
Agenda no Maranhão

Bolsonaro participou de cerimônia de entrega de 125 títulos de propriedade rural, no Centro de Lançamento de Alcântara. Além de quilombolas, famílias que moram em agrovilas também receberam o título em Alcântara.

O presidente tem feito viagens semanais pelo país às quintas-feiras. Na semana passada, ele esteve em Cascavel (PR) e em Florianópolis (SC).

Acompanham o presidente na viagem presidencial desta quinta os ministros Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Milton Ribeiro (Educação) e Gilson Machado (Turismo), além do senador Roberto Rocha (PSDB-MA).

Últimas notícias