Bolsonaro chama Lula de gângster e alerta: “Ministros serão bandidos”

Em live, presidente ainda disse que debate da TV Globo nesta quinta-feira está sendo feito para favorecer Luiz Inácio Lula da Silva

atualizado 29/09/2022 20:26

presidente jair bolsonaro live semanal Reprodução/Redes sociais

A três dias eleições, o presidente Jair Bolsonaro (PL) usou sua tradicional live semanal para atacar Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em live nesta quinta-feira (29/9), o atual mandatário da República chamou o petista de “gângster” e insinuou que, se o político for eleito, os integrantes do primeiro escalão do governo serão todos “bandidos”.

“O Lula é um gângster. Esse cara vai voltar à cena do crime junto com o [Geraldo] Alckmin? Você pode ver, quem vão ser os ministros do Lula? Imagina o Lula eleito, quem serão os ministros do Lula? Serão bandidos. Ele só tem amigo bandido. Raramente alguém presta naquele grupo de amizade ali do Lula. Esse pessoal é que você quer que volte para o governo? Vai colocar o Zé Dirceu para a Casa Civil ou não vai? Vai colocar esse time de gente para lá, que não tem qualquer compromisso com a coisa pública, compromisso com a família, compromisso com a liberdade”, afirmou Bolsonaro.

O presidente ainda lembrou que o presidente eleito neste ano poderá nomear dois novos ministros para o Supremo Tribunal Federal (STF). “Imagina o Lula voltando e você que reclama do Supremo Tribunal Federal, ele botando mais dois lá dentro. Acabou o Brasil, pessoal. A ditadura está aí. A ditadura branca. Sem armas, sem nada. Ditadura branca”, disse.

As declarações de Bolsonaro ocorrem após pesquisa do instituto Datafolha apontar que Lula tem 50% dos votos válidos para o primeiro turno das eleições, contra 36% do atual presidente. Na pesquisa estimulada, em que são apresentados os nomes dos candidatos, Lula tem 48% das intenções de voto para o primeiro turno. Bolsonaro, por sua vez, tem 34%.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Debate na Globo

Na live, o atual mandatário do país ainda disse que o debate da TV Globo, a ser realizado na noite desta quinta, está sendo feito para favorecer Luiz Inácio Lula da Silva.

“Vou dar uma descansada aqui para o debate. Se bem que não é um debate. É algo conduzido pela TV Globo. Pode ter certeza, tem um cara, se pedir direito de resposta, vai ganhar a resposta pronta ali. Está sendo feito [o debate de] hoje para o Lula. Ninguém tem dúvida disso. A Globo está fazendo hoje o debate para o Lula ser o grande vitorioso”, declarou.

O debate será a última oportundiade para os presidenciáveis apresentarem suas últimas cartas à população nas vésperas do primeiro turno, no domingo (2/10).

Com esperança de liquidar a eleição no primeiro turno, Lula deve adotar postura mais agressiva do que a do debate da Band, no fim de agosto, no qual foi atacado por Bolsonaro no campo da corrupção e não respondeu bem.

Já Bolsonaro tem o objetivo de garantir um segundo turno na disputa, para tentar mudar a história de uma eleição em que as consultas de intenção de voto mostraram Lula na liderança durante todo o período. Para isso, deverá aumentar ainda mais o tom contra o petista. O atual chefe do Executivo federal ainda precisará acenar ao eleitorado feminino, que tem apresentado alta rejeição à sua candidatura.

Mais lidas
Últimas notícias