*
 

Dois “outsiders” e um destino. O empresário e apresentador Luciano Huck já se aconselhou com o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa sobre o cenário eleitoral e uma eventual candidatura presidencial. O ex-ministro teria pedido “cautela” ao empresário, postulante ao posto mais alto da República.

O principal encontro ocorreu no início de novembro, no Rio. Na ocasião, segundo interlocutores próximos aos dois, Huck estaria animado com os números de aprovação de sua imagem junto ao eleitorado e com sua participação em movimentos como o Agora! e o RenovaBR – além de suas conversas com o PPS.

Servidor público desde 1984 (quando iniciou carreira no Ministério Público Federal) e ex-chefe do Judiciário, Barbosa, conforme relatos, teria discorrido sobre as agruras de um homem público e o fato de uma campanha eleitoral vir acompanhada de muito desgate pessoal.

Luciano e o ex-presidente do Supremo têm intimidade para isso. Os dois têm relação de amizade – e o filho de Barbosa, Felipe, foi funcionário do apresentador na produção do programa da TV Globo Caldeirão do Huck, em 2013. Dias depois, o empresário publicou uma carta no jornal Folha de S.Paulo declarando não ter mais a pretensão de sair candidato. Em dezembro passado, depois de entrevistado à Casa do Saber, em São Paulo, o global disse ao jornal Estado de S. Paulo que Barbosa “é uma pessoa que deve ser ouvida sempre”.

TV Globo

Luciano Huck é casado com a apresentadora Angélica

 

Assim como Huck, Barbosa também flerta com uma suposta candidatura presidencial – alvo de investidas do PSB. A ala do partido que é contrária à aliança da sigla com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), tem feito ofensiva para convencê-lo a se filiar e disputar o Planalto.

Juntos
Nada parece definitivo em se tratando de política. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve a condenação confirmada em segunda instância e não tem garantias de que será candidato; e a última pesquisa do Datafolha trouxe bons números para Huck. As articulações foram retomadas. O PPS e Huck continuam namorando e, agora, há quem acene a possibilidade de uma chapa com dois “outsiders”: Huck e Barbosa.

No evento do RenovaBR, na sexta-feira (2/2), interlocutores de movimentos como Agora!, Acredito e Livres mostraram empolgação com a hipótese de uma dobradinha Huck-Barbosa. Ainda no evento do RenovaBR, o Instituto Locomotiva divulgou uma pesquisa mostrando que “95% dos brasileiros afirmam que os atuais políticos não são transparentes nem prestam contas à população” e que “93% da população afirma que é preciso formar novas lideranças políticas para mudar o País”. O presidente do Instituto Locomotiva, Renato Meirelles, comentou os números da pesquisa. “Nesse cenário, uma candidatura ‘outsider’ como a de Luciano Huck ou Joaquim Barbosa teria muito campo para crescer. Os dois juntos, claro, seriam mais fortes ainda”.

Embora Huck ainda não tenha definido sua candidatura, a ideia de ter Barbosa como vice agrada ao apresentador. O ex-ministro não tem se manifestado. Pessoas próximas dizem que, talvez, ele não tenha “personalidade para ser vice de ninguém”.