“Em outubro, vamos discutir salário dos professores”, diz ministro

Ministério da Educação apresentou nesta terça-feira dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Idec)

atualizado 15/09/2020 10:57

Posse do ministro do MEC Milton Ribeiro no planaltoIsac Nóbrega/PR

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou nesta terça-feira (15/9) que, em outubro, haverá discussão sobre o salário dos professores. Segundo o titular da pasta, a classe merece mais atenção.

Ribeiro pontuou ainda que o “governo Bolsonaro não é dono da verdade” e que o MEC está aberto a sugestões de educadores.

“Eu gostaria muito de mudar o eixo da atenção do MEC. Agora, eu gostaria de dar uma atenção aos professores. Um professor bom, embaixo de uma árvore, impacta a vida de um aluno. Precisamos valorizá-los. Vamos olhar com um pouco mais de carinho”, disse o ministro.

Ribeiro elogiou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por tê-lo escolhido para chefiar a Educação. “Eu quero dizer que tenho admiração pela escolha do senhor presidente da República sobre a minha pessoa. Sou um gestor. Mas quando ele me escolhe, ele faz uma opção que tem muita coerência com o que ele fala na teoria: que ele não iria lotear os ministérios”, disse.

“Nós temos uma linha, um propósito em relação à educação e a valores e princípios. Isso deve prevalecer. Estou comprometido com esses valores, mas acredito que cada um dos educadores tem uma contribuição e pode nos ajudar. Vamos ouvi-los. É isso que nós queremos. Vamos caminhar nesse propósito”, destacou Ribeiro.

As declarações foram dadas durante apresentação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Idec), em coletiva de imprensa no Inep.

Últimas notícias