metropoles.com

Eduardo Bolsonaro defende armas e é retirado do ar em TV na Argentina

Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) está na Argentina em apoio o candidato presidencial do partido A Libertad Avança, Javier Milei

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução
imagem colorida eduardo bolsonaro entrevista argentina
1 de 1 imagem colorida eduardo bolsonaro entrevista argentina - Foto: Reprodução

Na Argentina para acompanhar as eleições do país que acontecem neste domingo (22/10), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) concedeu uma entrevista ao vivo ao canal local C5N. No entanto, foi retirado do ar ao defender o porte de armas. O parlamentar endossa a candidatura do economista Javier Milei, da extrema-direita, para a presidência do país.

Na ocasião, Eduardo Bolsonaro defendeu uma exame prático de disparo de arma de fogo, para que os argentinos tenham condições de legítima defesa. Após a declaração, o áudio da entrevista foi retirado. Veja o vídeo:

 

Eduardo Bolsonaro viajou à Argentina em comitiva com outros dois congressistas brasileiros, para acompanhar a votação com o deputado libertário da província de Buenos Aires, Nahuel Sotelo, segundo o partido argentino. Segundo os parlamentares, o candidato “tem representado para os argentinos e para o mundo, especialmente para o Brasil neste momento, o enfrentamento às ameaças e ataques dos seus adversários políticos”.

O próprio Eduardo Bolsonaro reafirmou a sua visita através de uma publicação nas redes sociais, citando um artigo do jornal “La Nación”, e pediu para ser incluído como parte da “ultradireita”.

“Por favor, incluam-me no adjetivo ‘ultradireita’ da próxima vez. Não quero que os argentinos pensem que sou morno. Ultra super max direita na próxima vez”, escreveu.

Eleições

As eleições gerais na Argentina se encerraram às 18h deste domingo (22/10). Os eleitores foram às urnas escolher novo presidente, além de deputados e senadores.

A votação seguiu em clima tranquilo em boa parte do país. Faltando uma hora para o fim do pleito, cerca de 66% dos eleitores aptos a votar haviam comparecido às urnas, segundo a Dirección Nacional Electoral (Dine). No fim, o índice chegou a quase 75% do eleitorado.

Em entrevista ao Clarín, o chefe do Dine, Marcos Schiavi, afirmou que os resultados preliminares devem indicar vencedores ou a eventual realização de um segundo turno já às 22h de hoje.

Os resultados serão divulgados no portal resultados.gob.ar. O número final da apuração de todos os votos, porém, só deve ser apresentado no fim da semana, pelos processos de contagem e recontagem.

Na Argentina, o voto ocorre em papel, com os eleitores incluindo os santinhos dos candidatos em um envelope. O processo de contagem, porém, consegue identificar as imagens dos boletos selecionados automaticamente, permitindo maior velocidade de apuração do que a experimentada em anos anteriores.

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações