Petrobras vai reduzir preço do gás de cozinha em até 12%, diz Sindigás

A redução para os botijões de até 13 kg passa a valer a partir de segunda-feira. O custo do GLP empresarial pode ter queda de até 17%

Hugo Barreto/Especial para o MetrópolesHugo Barreto/Especial para o Metrópoles

atualizado 02/08/2019 18:50

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou nesta sexta-feira (02/08/2019) que a Petrobras vai reduzir o preço do gás residencial – embalagens até 13 kg – entre 6,5% e 12%, e do gás empresarial entre 11% e 17%, dependendo da localidade.

A redução passa a valer a partir de segunda-feira (05/08/2019), comunicou o Sindigás, após reunião com empresas associadas.

De acordo com a entidade, o ágio praticado pela Petrobras está em cerca de 31% em relação ao preço do mercado internacional, “o que vem pressionando ainda mais os custos de negócios que têm o GLP entre seus principais insumos, impactando de forma crucial empresas que operam com uso intensivo de GLP”, afirmou o Sindigás em nota.

Últimas notícias