Pela 1ª vez desde junho, Bovespa fecha pregão abaixo de 100 mil pontos

O Ibovespa recuou 1,20%, a 99.056 pontos com temor sobre o mercado externo

Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo

atualizado 15/08/2019 18:35

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), a B3, fechou em queda de 1,20% nesta quinta-feira (15/08/2019). Com isso, o pregão fechou abaixo dos 100 mil pontos pela primeira vez desde 18 de junho. No encerramento do dia, a bolsa marcava 99.056 pontos.

Na abertura, o índice chegou a operar em alta. No melhor momento do dia, chegou a 101.014 pontos. Na mínima, marcou 98.200 pontos. A queda nas ações no Brasil seguiu movimento global de queda nas principais bolsas. Há uma preocuação crescente com a possibilidade de uma nova recessão global.

Este foi o menor patamar de fechamento do Ibovespa desde 17 de junho, quando o pregão encerrou a 97.623 pontos. A bolsa não encerrava uma sessão abaixo dos 100 mil pontos desde 18 de junho. Na semana, a bolsa acumula queda de 4,75%. No ano, no entanto, o índice acumula alta de  12,71%.

Últimas notícias