Paulo Guedes reforça que economia vai voltar a crescer em “V”

Termo é utilizado por economistas para relatar uma retomada intensa depois de uma queda vertiginosa na atividade econômica

atualizado 03/12/2020 13:14

Paulo GuedesMinistério da Economia/ Divulgação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a economia vai voltar a crescer em “V”, termo utilizado por economistas para relatar uma retomada intensa depois de queda vertiginosamente na atividade econômica.

O PIB brasileiro teve crescimento de 7,7% no terceiro trimestre de 2020. Fato esse que reacendeu a posição do ministro sobre um retorno positivo da economia. Como a expectativa era um PIB em torno de 9%, a visão otimista não é compartilhada pelo cenário político.

No dia 1° de setembro, o ministro manifestou sua posição sobre a recuperação em “V” da economia brasileira.

“Vamos supor que o PIB seja 100. Se ele cai para 85, depois volta para 90, depois volta para 95, em média, ele foi 90, e você registra uma queda de 10% do PIB. Mas, mais importante do que essa média sobre média é observar que em abril foi o piso – é como se fosse 85. Maio já é 90, junho já é 95. Então, a economia já começa a retomada em V. Mas o registro do segundo trimestre ainda é uma queda de 10%, o que aliás é o que todo mundo previa: queda do PIB de 10%”, destacou.

0

Curto prazo

O mercado e alguns integrantes da classe política cobram uma apresentação de medidas fiscais em curto prazo para que o governo demonstre que está preocupado em melhorar as suas contas de maneira rápida. Em 2020, o Executivo federal acabou gastando muito dinheiro em razão da pandemia.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o PIB demonstra o “tamanho da desorganização do governo”. A crítica também reflete a insatisfação de Maia com o apoio que o Planalto tem dado ao deputado federal Arthur Lira (PP-AL), que é adversário direto na disputa pela presidência da Câmara.

Últimas notícias