IRPJ: Receita abre período para empresas quitarem divergências

Órgão estimou valor discrepante de R$ 1,6 bilhão. Contribuintes têm até 31 de janeiro para resolver a situação

DIVULGAÇÃODIVULGAÇÃO

atualizado 13/12/2019 10:22

A Receita Federal deu início a uma nova operação para regularizar a situação de empresas que apresentaram divergências na declaração do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre Lucro Líquido.

De acordo com o órgão, o valor total divergente chega a R$ 1,6 bilhão em todo o país. Por isso, a Receita enviou 17.934 cartas às empresas para alertar sobre a incongruência entre o que foi declarado e a Escrituração Contábil Fiscal — documento que mostra elementos da base de cálculo e o valor devido no IRPJ.

A Receita informou que não identificou recolhimentos devidos sobre rendimento de aplicações financeiras de renda fixa ou Juro sobre Capital Próprio.

As empresas que receberem a carta têm a chance de quitar os valores divergentes até 31 de janeiro do próximo ano. Após esse período, pode haver autuação por parte da Receita com multa que varia de 75% a 225%.

Os contribuintes podem confirmar as informações por meio do site da Receita Federal.

Últimas notícias