Caixa libera saque do FGTS emergencial a 10,2 milhões de trabalhadores

Juntos, os beneficiários nascidos em setembro e outubro poderão movimentar até R$ 6,4 bilhões, segundo o governo

atualizado 30/10/2020 16:49

FGTS, SAQUES FGTSHugo Barreto/Metrópoles

Trabalhadores nascidos em setembro e outubro poderão, a partir deste sábado (31/10), sacar em espécie ou transferir valores do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

No total, serão aproximadamente 10,2 milhões de trabalhadores, que poderão movimentar R$ 6,4 bilhões em valores nesta etapa, conforme dados publicados pela Caixa Econômica Federal.

Os trabalhadores poderão realizar o saque em espécie nas unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui a partir deste sábado e nas agências da Caixa a partir da próxima terça-feira (3/11).

Nascidos em setembro e outubro receberam o saque emergencial do FGTS de até R$ 1.045 nos dias 31 de agosto e 8 de setembro, respectivamente. O dinheiro, contudo, estava limitado ao uso digital.

O calendário é organizado conforme o mês de nascimento. Em 14 de novembro, essas opções serão liberadas para os nascidos em novembro e dezembro. Veja, a seguir, o cronograma:

Calendário do saque emergencial do FGTS
Calendário do saque emergencial do FGTS

Mesmo com a liberação, segue disponível a opção de uso dos valores creditados na conta em compras por meio do cartão de débito virtual e QR Code e pagamento de boletos e contas de água, luz, telefone.

Em nota divulgada à imprensa, a Caixa Econômica Federal informou ser importante destacar que após o início do calendário de saque, a opção permanece válida até o fim do saldo da conta.

Como sacar

Para realizar o saque, é preciso fazer o login no aplicativo Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Em seguida, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, que tem validade de uma hora.

O código deve ser usado nos caixas eletrônicos da Caixa, unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. A transferência dos valores pode ser feita diretamente pelo aplicativo Caixa Tem para outras instituições financeiras, sem custos.

Últimas notícias