BC estuda permitir saques de dinheiro em lojas e mercados

Criada nos Estados Unidos, a modalidade conhecida como cashback funciona como uma "compra de dinheiro" no comércio

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 13/02/2020 18:38

O Banco Central (BC) planeja permitir saques de dinheiro em lojas e mercados. A proposta foi anunciada nessa quarta-feira (12/02/2020) pelo presidente do BC, Roberto Campos Neto, em entrevista à Globo News.

Comum nos Estados Unidos, a modalidade – conhecida como cashback – funciona como uma “compra de dinheiro”, em que se passa o cartão de crédito e recebe o valor de volta em cédulas.

Campos Neto explicou que boa parte das cidades brasileiras não tem agências bancárias, o que dificulta o saque.

“O caskback é um produto muito bom. Porque se eu consigo sacar um pouquinho cada vez que faço compra, não preciso ter muito dinheiro na carteira”, defendeu.

Para as lojas, segundo o presidente do BC, a modalidade também é favorável. Isso por que o comércio “distribuiria dinheiro entre as pessoas” e não precisaria contratar carros-fortes, por exemplo.

O novo sistema está em estudo pelo Banco Central e não tem previsão para a data de lançamento.

Últimas notícias