BB diz que não houve “comunicação formal” sobre saída de André Brandão

Instituição financeira divulgou informação na manhã desta quinta-feira (14/1), em comunicado ao mercado

atualizado 14/01/2021 17:01

Banco do Brasil (BB)MICHAEL MELO/METRÓPOLES

O Banco do Brasil (BB) informou nesta quinta-feira (14/1) que não recebeu qualquer decisão formal a respeito da destituição do presidente André Brandão da estatal.

Após reação negativa do anúncio de fechamento de 361 agências do banco, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria cogitado demitir o executivo.

No entanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tentou reverter a saída de Brandão do cargo.

“O Banco do Brasil S.A. (BB) informa que não recebeu no âmbito de seus órgãos de governança nenhuma comunicação formal por parte do acionista controlador sobre qualquer decisão a respeito do assunto”, disse a instituição.

O comunicado é assinado pelo vice-presidente de Gestão Financeira e Relações com Investidores, Carlos José da Costa André.

As ações da bolsa do Banco do Brasil indicavam queda de 5,01% no fim da tarde dessa quarta-feira (13/1), logo após crescerem os rumores de saída de André Brandão. Na manhã desta quinta, as ações do banco caem 0,93%.

Brandão saiu do HSBC, onde estava desde 2003, para substituir Rubem Novaes, que deixou a presidência da instituição em setembro do ano passado.

Quando pediu demissão, em julho, o BB afirmou que a causa era o entendimento de que o banco “precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

Novaes foi indicado ao cargo pelo ministro da Economia em novembro de 2018 e ficou pouco mais de 18 meses no cargo.

0

Mais lidas
Últimas notícias