Doria sugere que governo federal passe Cinemateca à Prefeitura de SP

Para governador paulista, governo federal não cuida bem da cultura de maneira geral. O tucano entende que incêndio ocorreu por negligência

atualizado 30/07/2021 11:29

Joao Doria, governador de SPFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O governador João Doria (PSDB) lamentou, nesta sexta-feira (30/7), o incêndio que atingiu a Cinemateca Brasileira, na capital paulista, na última quinta (29/7).

Para Doria, o governo federal não cuida bem da cultura do país. O tucano sugeriu que a administração da Cinemateca seja transferida para a Prefeitura de São Paulo.

Quando era prefeito, Doria já havia sugerido essa transferência, o que foi reiterado pelo seu sucessor, Bruno Covas.

“Se São Paulo cuidar da Cinemateca, certamente vai cuidar melhor que o governo federal. O governo federal não cuida bem da cultura, despreza a cultura do Brasil, e lamentavelmente o incêndio na Cinemateca mostra isso”, frisou.

“Quando prefeito da capital, ao lado de Bruno Covas, falamos da importância de transferir a Cinemateca para a prefeitura, e Bruno depois ratificou isso para o governo [Jair] Bolsonaro, e a resposta foi o silêncio”, explicou.

Lamento

Doria disse que, como governador e ex-prefeito da capital, lamenta “a falta de zelo, a falta de cuidado e a perda irreparável de quilômetros de filmes”. Pontuou ainda que, “se o governo tiver um pouco de apreço pela cultura, deveria transferir a Cinemateca, ainda que com o incêndio, para a gestão da Prefeitura de São Paulo”.

“O governo do estado vai apoiar. Trabalharemos juntos na reconstrução da Cinemateca e na recuperação do que for possível dos arquivos ali perdidos”, prometeu.

Últimas notícias