Donos de clínica de reabilitação são presos por cárcere privado em GO

Após denúncia, polícia realizou força-tarefa no local e resgatou os internos que estavam sofrendo maus-tratos

atualizado 18/06/2021 20:46

goias clinica de realibilitacao anapolisDivulgação/PCGO

Goiânia – Uma força-tarefa realizada pela Polícia Civil de Goiás (PCGO) na manhã de quinta-feira (17/6) interditou uma clínica de reabilitação em Anápolis, a 55 km da capital goiana. Os internos do local, usuários de drogas em tratamento, estavam sendo mantidos em cárcere privado. Os responsáveis pela clínica foram presos.

De acordo com a PCGO, os proprietários do local foram autuados por posse ilegal de armas de fogo e munições, cárcere privado e por maus-tratos contra animais. Na clínica, haviam muitos cachorros em condições precárias.

Segundo relatos, as armas eram utilizados pelos monitores para ameaçarem os internos. Os policias encontraram, também, uma cadela que foi mutilada e teve parte das orelhas cortadas.

Além das prisões, o estabelecimento foi interditado pela Vigilância Sanitária, tendo as portas fechadas ao final da ação. Os internos foram acolhidos pela assistência social do município e encaminhados para suas famílias.

0

“A Polícia Civil destaca que a internação compulsória involuntária em clínicas de reabilitação constitui-se crime de cárcere privado. Ações como essa continuarão acontecendo no município para apuração das denúncias que chegam ao órgão”, informou a corporação.

Participaram da força-tarefa o Ministério Público, Polícia Civil, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Assistência Social de Anápolis.

Últimas notícias