Desmatamento na Amazônia bate recorde no primeiro trimestre de 2022

Nos três meses, 941,3 km² foram desmatados na Amazônia Legal. A área equivale a quase três vezes o estado do Goiás

atualizado 08/04/2022 9:56

Floresta amazonica incendio desmatamento crime Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images

No primeiro trimestre deste ano, 941,3 km² do território da Amazônia Legal foram desmatados, o que representou uma alta de 54%, se comparado com janeiro, fevereiro e março de 2021. Os dados são do Deter, sistema de alertas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e foram divulgados nesta sexta-feira (8/4),

Segundo o levantamento, a Amazônia registrou 312,23 km² de desmatamento apenas em março, índice 15% menor do que o mesmo período, em 2021. Mesmo com a tímida redução, o primeiro trimestre de 2022 foi o pior registrado na série histórica do Inpe. A área equivale a quase três vezes o estado do Goias.

No começo de março, o órgão divulgou os alertas de desmatamento de fevereiro, que chegavam a 199 km². Tratou-se do maior indicador para o mês desde 2016, início da série histórica do Deter-B. Houve um aumento de 61% em comparação com fevereiro do ano passado.

No Twitter, o Greenpeace compartilhou uma foto da área desmatada. Veja:

Os números repercutiram justamente pela região não ser tão visada por criminosos ambientais nos primeiros meses do ano, Geralmente, o período entre dezembro e março costuma registrar baixos índices devido ao tempo chuvoso na região.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Mais lidas
Últimas notícias