Deputados propõem que Daniel Silveira se afaste; ele resiste

Proposta consiste em suspender por seis meses o mandato parlamentar, que disse aceitar apenas um mês de afastamento das funções legislativas

atualizado 18/02/2021 17:05

Policia Federal realiza buscas no gabinete de Daniel Silveira no anexo 4 da Câmara FederalFoto, Hugo Barreto/Metrópoles

Membros da Câmara que tentam um acordo para tirar o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) da prisão enviaram um recado ao parlamentar, informando que não poderiam absolvê-lo, diante da repercussão do caso, mas vão trabalhar para que ele seja apenas suspenso, sem ter o mandato cassado.

Segundo o jornal O Globo, a proposta foi levada ao deputado federal durante visitas de políticos que recebeu nessa quinta-feira (17/2). Silveira foi preso na última terça-feira (16/2), após publicar vídeo insultando ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em especial Edson Fachin.

0

Silveira deixaria a prisão e, assim que fosse liberado, iria licenciar-se do cargo até o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidir qual punição lhe será aplicada. O processo o custaria cerca de seis meses de mandato.

De acordo com a reportagem, o parlamentar afirmou, junto ao seu advogado, que “toparia um mês” longe das atividades legislativas ou “um pouco mais que isso”. O mesmo aliado aconselhou Silveira a aceitar a proposta, tendo em vista que, diante de uma possível cassação do mandato, a suspensão “seria lucro”.

Últimas notícias