Deputado paga indenização de R$ 66 mil a Felipe Neto por fake news

Além de desembolsar o valor, Carlos Jordy (PL-RJ) terá que fazer uma retratação pública por relacionar o youtuber à tragédia de Suzano

atualizado 21/06/2022 19:19

Felipe Neto sorri para a câmeraReprodução

O deputado bolsonarista Carlos Jordy pagou R$ 66 mil ao youtuber Felipe Neto. A indenização foi determinada pela Justiça do Rio de Janeiro, que condenou Jordy por danos morais após associar o famoso ao massacre de Suzano em 2019.

Além do pagamento, o deputado terá que se retratar publicamente pela fake news. Em postagem nas redes, Felipe Neto afirmou que o valor será doado ao Instituto Marielle Franco e ao movimento Ocupa Sapatão. “Hoje é um grande dia”, escreveu o influencer.

Inicialmente, o político havia sido condenado a pagar R$ 35 mil. A indenização quase dobrou após três anos de juros acumulados.

Danos morais

Felipe Neto processou Jordy após o deputado relacioná-lo à tragédia de Suzano, em tuíte publicado no mês de abril de 2019:

“Quando digo que pais não devem deixar os filhos assistirem a vídeos do Felipe Neto, não é brincadeira. Em 2016, ele fez vídeo ensinando a entrarem em sites da deepweb. Agora descobriram que os assassinos de Suzano pegaram as informações para o massacre num dos sites após assistirem ao vídeo”, escreveu o congressista na época.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias