De volta à prisão, Temer ganha cela com banheiro e frigobar

Apesar dos benefícios concedidos, o ex-presidente fica proibido de tomar sol e receber familiares

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 11/05/2019 13:17

O ex-presidente Michel Temer (MDB) foi transferido para uma cela, dentro da carceragem da Polícia Federal em São Paulo, com banheiro privativo e frigobar exclusivo. A mudança foi feita devido ao ex cargo do emedebista, que lhe dá direito a uma cela que não é dividida com outros prisioneiros. Preso pela segunda vez, ele segue encarcerado desde a quinta-feira (09/05/19).

As informações são da Folha de S.Paulo. Na noite de sexta-feira (10/05/19), Temer dormiu em uma sala de reuniões, ao lado do gabinete do diretor-executivo da Polícia Federal de São Paulo, Luiz Roberto de Godoy.

Além do benefício da cela restrita com banheiro privativo, policiais levaram uma cama e um frigobar para uso de Temer. Em conversa com a Folha, o advogado do ex-presidente, Eduardo Carnelós, disse que ainda não há informações sobre a possibilidade de visita de familiares. Para evitar contato com outros presos, Temer também não terá direito a banho de sol.

A defesa do emedebista entrou com um novo pedido de habeas corpus, que deverá ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça nesta terça-feira (14/05/19).

Últimas notícias