Datafolha: 81% dos brasileiros aprovam passaporte da vacina

Exigência tem o aval da maioria para entrada em espaços fechados, como restaurantes, cinemas, escritórios, bares e outros

atualizado 17/01/2022 22:10

Comprovante de vacinação no Rio de JaneiroAline Massuca/Metrópoles

De acordo com pesquisa do Datafolha, 81% dos brasileiros aprovam a exigência de comprovante de vacinação contra a Covid-19 para entrada em estabelecimentos fechados. O questionamento foi feito para 2.023 pessoas com 16 anos ou mais, em todos os estados do pais, entre 12 e 13 deste mês.

Cerca de 18% se manifestou contrário à medida, enquanto 1% não soube responder. A pesquisa também marcou o perfil de quem concorda ou discorda da exigência do chamado “passaporte da vacina“.

Favoráveis à medida são majoritariamente mulheres (87%) com mais de 60 anos (87%), ensino fundamental completo (86%) e renda de até dois salários mínimos (85%). Já os homens (24%) se opõem mais à exigência, entre 25 e 34 anos (22%), com renda maior que dez salários mínimos (28%).

Enquanto empresários demonstram mais resistência (60%), as donas de casa são a categoria de ocupação mais adepta ao passaporte vacinal (90%). Pessoas que vivem na Região Sudeste (84%)  apoiam mais a medida do que os moradores do Sul (75%).

Medo da infecção

Católicos (85%) e espíritas (87%)  apoiam o comprovante de vacinação contra a Covid com mais frequência que evangélicos (76%). Em um momento de nova alta de casos da doença no país, 39% da população diz ter muito medo de ser infectada.

Cerca de 18% não têm nenhum medo e 37% admitem ter um pouco de medo da infecção pela doença. Sobre as medidas de proteção sanitária, 60% dos brasileiros dizem tomar cuidado, mas saem de casa para trabalhar ou praticar outras atividades.

Apenas 4% da população segue totalmente isolada, 12% afirmam viver sem nenhuma mudança na rotina e 24% saem de casa apenas quando é inevitável.

Mais lidas
Últimas notícias