Passaporte da vacina será exigido em todo evento de SP a partir de 2ª

Comprovante de imunização contra Covid, que será exigido a partir de 10/1, já estava em vigor para eventos com mais de 500 pessoas

atualizado 06/01/2022 16:01

Na imagem colorida, uma pessoa está sentada enquanto alguem aplica uma seringa no braço delaHugo Barreto/ Metrópoles

São Paulo – A Prefeitura de São Paulo informou nesta quinta-feira (6/1) que passará a ser exigido o comprovante de vacinação contra Covid para a participação ou ingresso em qualquer evento da capital paulista, a partir da próxima segunda-feira (10/1).

0

Até então, a prefeitura só exigia que fosse apresentado o passaporte da vacina em eventos com mais de 500 pessoas.

A medida foi adotada pelo Executivo municipal em função do rápido aumento de casos de contaminação pela variante ômicron do coronavírus.

A rede pública municipal de saúde também enfrenta superlotação devido ao surto de influenza que causou um aumento repentino na procura por atendimento médico em diversas regiões do país.

Na última quarta-feira (5/1), cerca de 53 mil pessoas tiveram que recorrer a serviços públicos municipais de saúde, de São Paulo, com queixas de problemas respiratórios.

Devido à alta na procura de atendimento médico, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), determinou também nesta quinta-feira que todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e todas as unidades de Assistência Médica Ambulatorial (AMAs) fiquem abertas também aos sábados na capital paulista.

O objetivo é que a rede pública de saúde tenha maior capacidade de atender à demanda elevada de atendimento de pacientes que apresentam sintomas respiratórios.

Para atender a essa demanda, a Prefeitura de São Paulo também contratou mais 280 médicos e enfermeiros desde a segunda quinzena de setembro, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

Mais lidas
Últimas notícias