Covid-19: vermífugo usado por Bolsonaro não tem comprovação, diz fabricante

O presidente da República está com o novo coronavírus e já afirmou que toma o medicamento Annita para tratar a doença

atualizado 22/07/2020 9:38

Reprodução/Facebook

Um dos medicamentos que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse usar para o tratamento do novo coronavírus não tem eficácia comprovada, segundo o próprio fabricante. As informações são da colunista Monica Bergamo.

Os farmacêuticos do vermífugo Annita publicaram nota em que negam a afirmação de Bolsonaro sobre a eficácia do composto. Pontuaram ainda que não recomendam o uso do fármaco em casos da doença sem acompanhamento médico. De acordo com o texto, os estudos que comprovariam a efetividade contra a Covid-19 ainda não foram concluídos.

0

“Toda e qualquer utilização de medicamentos fica a critério do médico, e deve ser uma decisão compartilhada com o paciente”, afirma a FQM Farmoquímica, que apoia quatro pesquisas para o uso do remédio.

Quando infectado, Bolsonaro fez propaganda dos remédios que tomava para curar o novo coronavírus, entre eles a hidroxicloroquina. O medicamento é tema de discórdia entre o Executivo e a comunidade de cientistas, que não recomenda o uso por falta de comprovação sobre a eficácia.

Desde que foi infectado, Bolsonaro já realizou três testes da doença, todos deram positivo. O último resultado saiu na manhã desta quarta-feira (22/7).

Últimas notícias