Covid-19: mulher de 28 anos que morreu na BA deixou recém-nascida

A professora Rafaela de Jesus Silva tinha o sonho de ser mãe . Ela foi a paciente mais jovem a morrer no estado

atualizado 05/04/2020 10:12

A professora Rafaela de Jesus Silva, de 28 anos, que morreu por causa do coronavírus na Bahia, deixou uma filha recém-nascida. Ela estava cursando o último ano de pedagogia. De acordo com o companheiro, Erisvaldo Lopes dos Santos, de 47 anos, ela tinha o sonho de ser mãe e chegou a fazer uma fertilização para conseguir. As informações são do portal G1.

“A filha era o sonho dela. Ela também queria muito crescer comigo na empresa”, conta o companheiro. A mulher foi a sétima paciente e a mais jovem que morreu infectada com coronavírus na Bahia.

O marido dela conta que a esposa era batalhadora e que não desistia facilmente dos sonhos. Com o nascimento da pequena Alice, no dia 25 de março deste ano, ela imaginou que o destino seria ver a filha crescer, assim como a expansão da carreira de professora e dos negócios que tinha com o marido.

“Quando ela descobriu que não podia engravidar, fomos para outro método. Na fertilização, de primeira, ela ficou grávida. Era o sonho dela”, contou Erisvaldo.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem, até o momento, 10.278 casos confirmados, com 432 mortes por conta do novo coronavírus.

Últimas notícias