Covas se afasta da prefeitura após nova etapa de tratamento contra câncer

Com o afastamento temporário do titular, quem assume gestão do município é o vice Ricardo Nunes (MDB)

atualizado 05/02/2021 21:59

Bruno Covas (PSDB), candidato à reeleição durante visita e eleitores em são paulo eleicoes 2020 SPFábio Vieira/Especial Metrópoles

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), entrará de licença do cargo por dez dias após passar por mais uma etapa do tratamento contra o câncer diagnosticado na cárdia, entre o estômago e esôfago. Ele foi submetido a uma sessão complementar de radioterapia e ficará de repouso nos próximos dez dias.

Com o afastamento temporário, quem assume gestão do município é o vice Ricardo Nunes (MDB). Eles foram empossados em 1º de janeiro na Câmara Municipal para o mandato que tem duração de quatro anos.

Em nota, o Hospital Sírio Libanês informa que Covas “continuará o tratamento com imunoterapia e exames de controles” depois desse período.

Em novembro, Bruno Covas foi reeleito prefeito da capital após vencer Guilherme Boulos (PSol), com 59,38% dos votos. Assim, o neto de Mário Covas assumiu a administração do município após João Doria (PSDB) disputar e vencer a eleição para governador do estado, em abril 2018.

Dessa forma, Covas tem sido acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Artur Katz, Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e Dr. João Luis Fernandes da Silva.

Últimas notícias