Conitec vota protocolo sobre uso do kit Covid nesta terça-feira (7/12)

Durante a reunião, prevista para as 14h, serão apresentadas as contribuições da consulta pública sobre o relatório que rejeita o kit Covid

atualizado 07/12/2021 9:42

Coletiva de imprensa no Ministério da SaúdeHugo Barreto/Metropoles

A Comissão de Incorporação de Tecnologias ao Sistema Único de Saúde (Conitec), órgão ligado ao Ministério da Saúde, vota, nesta terça-feira (7/12), o protocolo ambulatorial para tratamento de pacientes com Covid-19.

Intitulado de Diretrizes Brasileiras para Tratamento Medicamentoso Ambulatorial do Paciente com Covid-19, o estudo foi coordenado pela equipe do médico Carlos Carvalho, a pedido do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Entre os remédios avaliados na pesquisa, estão os do chamado kit Covid, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), como ivermectina, azitromicina e hidroxicloroquina. O estudo concluiu que os medicamentos analisados não devem ser utilizados no tratamento da Covid, pois não possuem eficácia científica comprovada ou suficiente para tratar a doença.

0

Marcada para as 14h, a reunião contará com participação dos membros do plenário da Conitec, composto por secretários do Ministério da Saúde e representantes de instituições como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e outras entidades médicas.

Na ocasião, serão apresentadas as contribuições da consulta pública aberta pela Conitec para colher a opinião da sociedade sobre o relatório. O processo foi aberto no dia 12 de novembro e ficou vigente por 10 dias.

Veja a pauta da reunião:

20211206 Pauta7 Reuniao Extraordinaria by Rebeca Borges on Scribd

Os membros do plenário votarão a favor ou contra o documento que rejeita o uso do kit Covid. Caso seja aprovado, o relatório será enviado ao secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto.

Caberá a ele decidir se o governo federal seguirá ou não a recomendação de não utilizar os medicamentos do kit Covid para o tratamento de pacientes acometidos pela doença e internados no SUS.

Polêmicas

A votação sobre o documento causou polêmicas nas últimas reuniões da comissão. Em vídeo publicado na página da Conitec, é possível ver que a deliberação terminou empatada, após uma série de divergências.

Cinco dos sete secretários do Ministério da Saúde votaram contra o documento que condena o uso do chamado kit Covid. Além disso, um representante do Conselho Federal de Medicina (CFM) também foi contrário ao protocolo.

Antes da votação, a Conitec chegou a ficar sob a mira da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, no Senado Federal, após suspeitas de interferência do Palácio do Planalto na votação do relatório.

O assessor técnico do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde, Elton Chaves, que também é membro do plenário da Conitec, foi convocado para prestar depoimento na CPI.

A participação de Elton na CPI e o enquadramento político da situação irritou membros da Conitec.

“A participação do Elton na CPI foi extremamente desagradável, sem dúvida nenhuma, colocando em dúvida uma série de questões que acontecem na Conitec. Nunca a gente passou por um estresse tão grande com produtos tão importantes, com tecnologias altamente discutíveis, contestadas. Nunca nos afetamos por questões político-partidárias”, afirmou Nelson Mussolini, representante do Conselho Nacional de Saúde (CNS), durante a última reunião do grupo.

Mais lidas
Últimas notícias