Com Covid-19, Pazuello é internado. Assessoria diz que é desidratação

Ministro da Saúde está no hospital DF Star, em Brasília. A assessoria do ministro afirma que ele deve ser liberado "em breve"

atualizado 30/10/2020 22:45

Presidente Jair Bolsonaro sentado ao lado de Eduardo Pazuello, em visita ao ministro da Saúde, com Covid-19Reprodução

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, foi internado na noite desta sexta-feira (30/10) no hospital DF Star, em Brasília. O general, de 57 anos, foi diagnosticado com Covid-19 no último dia 21 de outubro. Ele vinha cumprindo a quarentena no Hotel de Trânsito de oficiais militares.

Ele está com quadro de desidratação, sem piora no quadro da infecção por coronavírus, e deve ter alta até sábado (31/10).

A assessoria de Pazuello enviou uma nota sobre a situação:

“O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, compareceu ao hospital Rede Nova Star, em Brasília, na noite desta sexta-feira (30) para se submeter a exames de acompanhamento do tratamento da Covid-19. O procedimento faz parte da conduta indicada pela equipe médica do ministro.

Pazuello permanece na unidade de saúde para hidratação e acompanhamento médico e deve ser liberado em breve.”.

Encontros com Bolsonaro

No último dia 22, Pazuello recebeu a visita do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Hotel de Trânsito dos oficiais militares, onde mora em Brasília e está recolhido desde a confirmação da infecção pelo coronavírus.

Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo do encontro, no qual os dois procuraram desfazer a ideia de que Pazuello estaria sendo fritado pelo chefe do Executivo, após o ministro divulgar a intenção de comprar 46 milhões de doses da vacina produzida pelo Instituto Butantan, com tecnologia chinesa e ser desautorizado pelo chefe.

“Senhores, é simples assim: um manda e o outro obedece. Mas a gente tem carinho, dá para desenrolar”, disse o ministro, referindo-se ao recuo da pasta em relação à compra do imunizante.

Na transmissão, Pazuello foi chamado por Bolsonaro de “Pazu”. Dos 12 ministros que contraíram o coronavírus até o momento, somente o titular da Saúde contou com a visita do presidente. O ministro, recém-diagnosticado com a Covid-19, e Bolsonaro, que já teve a doença e se curou, aparecem sem máscara.

Na última segunda-feira (26/10), Bolsonaro voltou a ir ao encontro de seu ministro da Saúde no hotel. Os dois discutiram sobre possível judicialização de compra e aplicação da vacina da Covid-19. A reunião não constava na agenda oficial do presidente.

Segundo a pasta da Saúde, Pazuello fez apresentação detalhada sobre o status de desenvolvimento das vacinas contra o coronavírus e seus possíveis cronogramas.

Últimas notícias