Caso Estela: laudo preliminar aponta que menina foi enforcada

O corpo da garota foi encontrado dentro de um saco plástico, na última quarta-feira (09/10/2019), no alto do Morro dos Prazeres

Reprodução/Redes SociaisReprodução/Redes Sociais

atualizado 10/10/2019 20:21

Laudo preliminar pericial aponta que a menina Estela Evangelista, de 6 anos, morreu por enforcamento. De acordo com informações do jornal Extra, não há indícios de que a garota tenha sido vítima de violência sexual.

Os familiares chegaram ao Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro às 10h desta quinta-feira (10/10/2019). Luciana Evangelista, mãe de Estela, precisou ser amparada. O documento liberado pelo IML apontou manchas escuras no pescoço da vítima, como se tivesse sido quebrado ou enforcado.

Os parentes reconheceram o corpo da menina pelas roupas e um colar que ela usava no dia do desaparecimento. Segundo uma tia de Estela, o corpo foi encontrado embaixo de uma escada, a três minutos de distância da casa em que ela morava com a mãe e o tio Paulo Sérgio.

O crime
O corpo de Estela foi encontrado no alto do Morro dos Prazeres, em Santa Tereza, Rio de Janeiro, na última quarta-feira (09/10/2019). Um morador encontrou o saco plástico com o cadáver e acionou a polícia.

No domingo passado (06/10/2019), a menina saiu de casa com o tio para ir à praia. No entanto, nenhum dos dois foi visto novamente.

Últimas notícias