Casal é preso suspeito de torturar bebê no litoral de São Paulo

Criança apresentava sete fraturas. Mãe disse que as lesões teriam sido provocadas por uma suposta queda

atualizado 07/03/2021 14:59

Uma mulher e o companheiro foram presos em flagrante por suspeita de maus-tratos a uma bebê de 6 meses, em Praia Grande, litoral de São Paulo.

Segundo informações do G1, o caso levantou suspeita após a mãe levar a menina à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Quietude com lesões causadas por uma suposta queda.

A menina apresentava seis fraturas na costela e uma na clavícula. A mãe ainda afirmou que a lesão poderia ter sido causada por um apertão involuntário muito forte.

Uma das fraturas, a da clavícula, apresentava um “calo ósseo”, o que indica que a lesão teria ocorrido há mais de um mês.

A mãe da criança, de 23 anos, e o padrasto, de 25, foram levados à delegacia após relatos de testemunhas e fotos que indicavam agressões recorrentes. O caso foi registrado no 1º DP do município.

Mais lidas
Últimas notícias