Carla Zambelli deleta tuítes que mencionavam a vacina Covaxin

No total, 12 mensagens em referência ao imunizante foram apagadas pela deputada em seu perfil no Twitter neste sábado (26/6)

atualizado 26/06/2021 12:29

ZambelliHugo Barreto/Metrópoles

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) apagou ao menos 12 tuítes nas últimas horas, a maior parte deles sobre a compra da vacina Covaxin, feita pelo governo Bolsonaro e alvo das denúncias realizadas ontem pelo servidor do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda, na CPI da Covid-19.

Na sessão que ocorreu nessa sexta-feira (25/6), o irmão do servidor, o deputado Luís Miranda (DEM-DF), afirmou que mesmo avisando a Jair Bolsonaro (sem partido) do esquema de compra irregular do imunizante, o presidente nada fez, por este se tratar de um esquema do deputado Ricardo Barros (PP-PR).

Em um dos tuítes apagados, a deputada comemorava a compra da Covaxin pelo governo. Em outra mensagem, lembrava que o imunizante, que teve 81% de eficácia comprovada, foi adquirido pelo governo Bolsonaro.

Os tuítes foram recuperados pelo perfil @projeto7C0, que acompanha mensagens deletadas por autoridades políticas do país na rede social. Veja:

Últimas notícias