Caminhões e grupos bolsonaristas permanecem na Esplanada após fim de ato

Manifestação do 7 de Setembro acabou por volta do meio-dia, mas vias não foram liberadas

atualizado 07/09/2021 15:23

7 de setembro protesto brasil brasilia bolsonaro stf esplanada DFHugo Barreto/Metrópoles

A tropa de choque da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) segue protegendo o acesso à Praça dos Três Poderes na tarde desta terça-feira (7/9), horas depois do fim da manifestação de bolsonaristas na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

O ato contou com cerca de 105 mil pessoas, segundo apurou o Metrópoles. A estimativa é feita pela PMDF.

A maioria dos manifestantes foi embora após o discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas caminhoneiros que haviam ocupado as vias desde a noite anterior e apoiadores mais radicais do governo seguem firmes na região central da capital, e não há previsão de liberação do trânsito na localidade.

0

Entre os manifestantes que ficaram, segue a pauta mais radical do ato: dar um ultimato ao Senado pelo impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ficar de plantão em Brasília esperando o resultado.

Muitos ativistas mostram-se decepcionados com o discurso de Bolsonaro, porque esperavam falas mais duras do mandatário. “Rodei dois dias pra chegar aqui, acreditei, me dediquei. Não quero ir embora de mãos vazias”, discursou um deles.

Os bolsonaristas restantes se revezam na frente à barreira policial. Alguns reclamam da postura dos PMs de “proteger” o prédio do STF.

Em alguns momentos do ato, a situação ficou mais tensa, e os policiais que fazem parte dessa barreira tiveram de apelar ao spray de pimenta para conter os manifestantes.

Mais lidas
Últimas notícias