Butantan entrega mais 2 milhões de doses da Coronavac à Saúde

A previsão é que mais 1 milhão de doses sejam entregues até a próxima quarta-feira

atualizado 10/05/2021 14:02

João Doria envio de vacinas para o Ministério da Saúde em SPFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O Instituto Butantan entregou, nesta segunda-feira (10/5), 2 milhões de doses da vacina Coronavac contra a Covid-19 ao Ministério da Saúde.

O governo de São Paulo prevê para a próxima quarta-feira (12/5) a entrega de mais 1 milhão de doses. Com isso, o instituto concluirá o contrato inicial com o MS de 46 milhões de doses disponibilizadas.

Com a entrega deste lote do contrato inicial, agora, cabe ao Butantan a produção de mais 54 milhões de vacinas a serem entregues até o dia 30 de agosto.

0

Contudo, o Instituto teme que essa produção possa ser afetada pela falta de insumos. Em coletiva na sede do Butatan, o governador de SP, João Dória (PSDB), expressou preocupação com as “manifestações inapropriadas do governo brasileiro” em relação à China.

“Ainda nos preocupa a não liberação dos insumos por parte do governo da China para o embarque no Brasil. Precisamos que esses insumos sejam embarcados para que o Butantan possa processar mais vacinas”, disse Doria.

O governo de São Paulo  aguarda a autorização de embarque dos insumos disponibilizados pela China. Caso aconteça até quarta-feira (12/5), a previsão é que mais 4 mil litros de IFA desembarquem no Brasil até o dia 18/5.

“A situação ainda é a mesma da semana passada, não temos definição da liberação do insumo na China. Existe a expectativa da liberação de 4 mil litros. Esperamos que até quarta-feira tenhamos uma notícia positiva. Temos trabalhado com a Sinovac e a embaixada da China, mas a situação ainda é a mesma da semana passada”, disse o diretor do Butantan, Dimas Covas.

Últimas notícias