Vacinação de pessoas com 59 anos na 612 Sul

Covid-19: Brasil registrou menor número de mortes desde abril de 2020 na última semana epidemiológica

Entre os dias 10 e 16 deste mês, o país computou 2.323 óbitos, quantidade mais baixa desde a semana encerrada em 25 de abril do ano passado

atualizado 20/10/2021 8:23

Vacinação de pessoas com 59 anos na 612 SulArthur Menescal/Especial Metrópoles

Durante a 41ª semana epidemiológica de 2021, o país registrou o menor número de mortes provocadas pela Covid-19 desde abril do ano passado. A semana, que contempla os dias 10 e 16 deste mês, notificou 2.323 óbitos — a quantidade mais baixa computada desde o período entre 19 e 25 de abril de 2020, quando 1.669 pessoas morreram vítimas da doença.

Em relação ao número de casos, o resultado é o melhor desde maio de 2020. Os 71.545 novos infectados nesta última semana representam a menor parcela de contaminados desde a semana epidemiológica entre os dias 3 e 9 de maio do ano passado, quando 59.543 pessoas contraíram a doença.

Os dados são do mais recente balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e foram levantados e avaliados pelo (M)Dados, núcleo de análise de grande volume de informações do Metrópoles.

Para especialistas, o cenário é resultado do avanço da vacinação e da completa imunização contra o coronavírus. Na segunda-feira (18/10), o Metrópoles mostrou que o país vem aplicando mais a 2ª dose do que a 1ª há 41 dias seguidos.

“Os casos e as mortes vêm caindo consideravelmente há alguns dias, o que claramente é reflexo do avanço da vacinação”, afirmou Julival Ribeiro, médico infectologista e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Indicadores mostram que o país se mantém em queda na média móvel de mortes há 11 dias, completando 8 dias abaixo de 400 óbitos.

Saiba como as vacinas contra Covid-19 atuam:

0

 

 

Mais lidas
Últimas notícias