Coronavírus no DF

Brasil contabilizou uma infecção por Covid-19 a cada 6 segundos

Desde o primeiro caso confirmado, em 26 de janeiro, até sexta-feira (24/7), o país somou 2.343.366 ocorrências

atualizado 25/07/2020 10:51

Coronavírus no DFRafaela Felicciano/Metrópoles

No domingo (26/7), quando o Brasil completa exatos seis meses do primeiro caso confirmado de Covid-19, o número de infectados pelo novo coronavírus vai passar de 2,3 milhões no país. Só em julho, foram 941.325 novas contaminações, uma média de 39,2 mil por dia.

O alto número indica que a cada 6 segundos desde a chegada da doença, uma pessoa foi contaminada pelo novo vírus. É o que mostra os dados divulgados pelo Ministério da Saúde nessa sexta-feira (24/7) e analisados pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles.

A conta traz uma realidade assustadora: é como se para chegar a 100 mil casos, bastassem pouco menos de 7 dias. Em relação às mortes, o Brasil registrou 85.238 vítimas, uma morte a cada 2 minutos e 30 segundos.

Interiorização dos casos de Covid-19

Com mais de 2,2 milhões de casos confirmados, o coronavírus se interiorizou e vem se alastrando com rapidez por entre os 5.570 municípios do Brasil.

Desde o início de julho, os novos casos adicionados à estatística da pandemia no país foram contabilizados, em sua maioria, nas cidades do interior. Apenas 42% vieram das regiões metropolitanas. Realidade bem diferente dos 30 dias imediatamente anteriores, quando os índices eram equilibrados. E ainda mais distante do padrão no início da pandemia, em que os infectados estavam concentrados nas capitais dos estados.

Últimas notícias