Bolsonaro, Michelle e o autismo: “Merece ser elogiada ou não?”

Durante transmissão ao vivo pelo Facebook, presidente celebrou o papel da mulher na mudança da legislação sobre autismo

atualizado 09/01/2020 21:07

Alan Santos/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), elogiou a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, após sancionar o projeto de lei que institui a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea). Ele falou sobre o trabalho da esposa durante a transmissão ao vivo em seu perfil do Facebook, na noite desta quinta-feira (09/01/2020).

Mas, antes de elogiar, Bolsonaro brincou com a situação. Chegou a perguntar, para quem o assistia, se a primeira-dama merecia ou não ser elogiada. “Parabéns ao Marcos Mion, [para a] Michelle. Merece ser elogiada ou não? Eu não sou maluco, vou elogiar. Parabéns!”, disse.

A lei passará a se chamar Romeu Mion, em homenagem ao filho do apresentador, que é autista. Na quarta-feira (08/01/2020), quando sancionou com vetos o projeto, o presidente publicou no Twitter uma foto com Marcos Mion e a primeira-dama, celebrando a sanção projeto de lei.

Segundo Bolsonaro, a intenção dele era fazer um evento especial no Palácio do Planalto para celebrar a criação da lei. Mas, com o recesso de fim de ano, o efetivo no Executivo só volta a ficar completo no próximo dia 15, justificou o presidente.

A carteira é emitida gratuitamente e garante prioridade nas áreas de saúde, educação e assistência social.

Últimas notícias