Bolsonaro: estados e União têm culpa no preço do combustível

O presidente desafiou governadores a mudarem a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis

Rafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 05/02/2020 18:53

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quarta-feira (05/02/2020) que é preciso discutir o preço da gasolina. A declaração foi feita durante solenidade comemorativa aos 400 dias de governo, realizada no Palácio do Planalto.

Durante seu discurso, o chefe do Executivo admitiu que o governo federal tem culpa sobre o preço dos combustíveis, mas também culpou governadores dos estados brasileiros. “O governo [federal] tem sua culpa? Tem, mas os governadores têm também sua culpa”, afirmou.

Na manhã desta quarta, o presidente desafiou governadores a mudarem a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis para que, assim, o governo reduza impostos federais sobre o produto.

“Eu zero o [imposto] federal, se zerar ICMS. Está feito o desafio aqui. Eu zero o [imposto] federal hoje e eles [governadores] zeram ICMS. Se topar, eu aceito. Está ok?”, disse o presidente na ocasião.

Últimas notícias