Bolsonaro é alvo de aplausos e vaias durante missa em Aparecida

Presidente da República acompanhou a celebração deste sábado (12/10/2019) e participou da cerimônia lendo trecho do livro bíblico de Ester

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

atualizado 12/10/2019 19:59

O presidente Jair Bolsonaro foi alvo de aplausos e vaias do público durante missa em celebração ao dia de Nossa Senhora Aparecida, comemorado neste sábado (12/10/2019). O pesselista acompanhou de perto a cerimônia no Santuário Nacional, em Aparecida (SP), e participou lendo trecho do livro bíblico de Ester.

De acordo com vários veículos de imprensa, como G1, Uol e O Antagonista, Bolsonaro recebeu manifestações simultâneas de apoio e crítica quando entrou na basílica e teve seu nome anunciado pelo condutor da cerimônia, Carlos Cunha, e pelo arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes.

Esta é a primeira vez que um presidente da República visita o santuário em 12 de outubro, desde Fernando Henrique Cardoso, em 1998.

Discurso de arcebispo

De manhã, Brandes fez discurso em tom político durante a missa especial, afirmando que a “direita é violenta e injusta”. Mais tarde, na missa com presença de Bolsonaro, o sacerdote usou palavras mais brandas e foi aplaudido pelo presidente: “O que faz bem é procurar a verdade. A verdade é que liberta, a verdade é que nos dá paz. A verdade de Jesus Cristo”.

Bolsonaro esteve no santuário acompanhado pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, pelo deputado federal Hélio Bolsonaro (PSL-RJ) e pelo deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP).

Últimas notícias